A Representação Passiva: por quê calar a participação?

[Alessandra Maia]  Não foi surpresa saber que veio das cidades a reclamação sobre o repúdio da Câmara Federal à nova Proposta de Participação Social. – “Câmara na contramão das ruas” (Frente Nacional dos Prefeitos –  http://www.fnp.org.br/noticias.jsf) Tachada de anti-democrática, a tentativa – ainda que por decreto – de estreitar os laços entre Estado e sociedade,…

A Representação Política no Brasil e o Despotismo Indireto

[Cicero Araujo, Le Monde Diplomatique Brasil*] “Em termos muito singelos, o despotismo indireto é a representação política tornada incapaz de se exercer no interesse dos representados, mas voltada exclusivamente ao dos próprios representantes” “Despotismo indireto”: valemo-nos de uma expressão batizada pelo Marquês de Condorcet para discutir as possibilidades de degradação do governo representativo. Ela foi…

Virando o Mito da Corrupção de Cabeça Para Baixo

[Jason Hickel] A Transparência Global publicou recentemente seu último Índice de Percepção da Corrupção (IPC), apresentado num atraente mapa mundial no qual as nações menos corruptas são alegremente marcadas em amarelo e as mais corruptas numa mancha vermelha estigmatizante. O IPC define corrupção como “o mal uso do poder público para benefício privado”, e baseia…

Algumas Supostas Obrigações Morais de um Grupo de Oposição

[Vinicius Siqueira] Eu creio que uma experiência comum para qualquer pessoa interessada em política e movimentos sociais é a participação em grupos, coletivos, partidos políticos e diversas outras associações que buscam, ao duvidar da capacidade do sistema sócio-político-econômico vigente, estabelecer uma nova sociedade, fundada em diferentes bases filosóficas e práticas. Essas associações acabam tendo a…

O Texto, o Leitor e a História; a Lei, o Intérprete e o Direito: sobre uma democracia paraguaia sem trocadilhos.

[Igor Suzano Machado] “Será que nunca faremos senão confirmar a incompetência da América católica, que sempre precisará de ridículos tiranos? Será que será que será que será que será? Será que essa minha estúpida retórica, terá que soar, terá que se ouvir por mais zil anos?” {Podres Poderes, Caetano Veloso} As leis existem, dentre outras…