Tudo o que você queria saber sobre a diversidade linguística e não tem mais língua pra perguntar

[Beto Vianna*] Antônio Risério, no seu Oriki Orixá, nos diz que pode haver povos sem deuses (se assim são os índios suyás) e não existir, no planeta, um só povo sem poesia. Pensando bem, a universalidade poética não é surpresa. Poetar é amassar o mesmo barro de que são feitas as conversas dos humanos com…